sexta-feira, 29 de maio de 2015

PROFESSOR DE POESIA

Meu verso é uma tentativa de composição complexa e harmônica, afim de abarcar em sua estrutura de matizes multifacetadas, utilizando-me de ritmos não convencionais por um lado e, por outro, de figuras tradicionais, numa variedade rica e colorida de harpejos e acordes, imagens transconcretas e fugidias de uma realidade que se mostra ora como é: seca, dura, estéril; ora fazendo-se sentir como um dever-ser, num rol completo de utopias transeuntes: amorosas, espirituais, sociais; existindo, portanto, neste entrechoque conceitual constante com a bizarrice e brutalidade da matéria.

1. Sobre o autor desta frase podemos afirmar:
A) É um profundo conhecedor do assunto;
B) Não tem a menor ideia do que é poesia;
C) Não entendi;
D) É pedante;
E) N.D.A.
F) T.R.A.