segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

NAIVEGAÇÃO

Por que há tantas coisas no meu caminho?
Me parando,
.....................Me barrando,
............................................Me cortando,
Não se esqueçam que os ventos sopram.

.................................Sou pequeno barco,
Mas minhas velas se desfraldam enormes.

Eu barco à deriva?
Melhor que caravela acertada em maresia.

Errante, errante,
..........................errante barco
Contra todas as parantes coisas.