quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

SE O BOTAFOGO NÃO FOSSE O BOTAFOGO

Se o Botafogo não fosse o Botafogo, o que eu seria?
Ainda seria eu, ou uma parte de mim seria?
O que uma bola e uma estrela têm de tão importante para serem assim, tão vida da gente? Porque as estrelas são esferas inflamadas e seus raios são luz, são fogo – luz infatigável, fogo insaciável –.
Se o Botafogo não fosse o Botafogo, o que eu seria?
Ainda eu me reconheceria, ou somente uma parte de mim seria?
Porque o Botafogo não é uma questão de escolha, é uma questão de caráter: Paciência, Resiliência, Excelência.
Se o Botafogo não existisse, eu seria mais um, mais um tanto de todas tantas cores, mais um qualquer, sem nada de especial. Porque o Botafogo é o único time do mundo que não possui cores: é luz apenas – uma luz que rasga as trevas.