sábado, 21 de maio de 2011

O QUE SERÁ PROVAVELMENTE A 1º ESCALAÇÃO DO BOTAFOGO

li isso no blog Cantinho Botafoguense (aqui), não sei a fonte do autor, mas cita palavras do técnico Caio Jr:

O técnico Caio Jr. promete um Botafogo partindo para cima do Palmeiras, mesmo jogando em São Paulo.

Torço muito por isso e acredito que o time conseguirá fazer uma partida de igual para igual com o alviverde paulista.

Só fiquei curioso com as orientações táticas atribuídas a dois jogadores (Lucas Zen e Cortês):

"- Em nenhum momento jogarei com três zagueiros. Será uma linha de quatro, o Zen na lateral-esquerda, com Cortês fazendo a meia pelo lado esquerdo. São dois volantes e dois meias. Vocês vão ver no jogo. O sistema será mantido".

Não sei...
...não consigo enxergar o Cortês na meia, como também considero um risco colocar (e queimar) o jovem Lucas na lateral esquerda.

Mas claro: O Caio Jr. passou 30 dias treinando esse grupo e certamente testou a formação.

Tomara que a tentativa dê o resultado esperado.


-------------------
.
comentei:
.
porra, ótima idéia de Caio Jr! eu queria que ele tivesse feito algo parecido no carioca, tentou com Lucas, mas o problema é quem faria a lateral direita -Alessandro!!!!-
.
vcs têm q botar na cabeça q muito desses meninos que saem daqui como "laterais" e jogam de "alas" no 352, chegam lá fora e jogam de meias.
.
o esquema tático seria, no caso o 4-4-2 inglês (four-four-two, FFT). Dois meias abertos, que defendem os laterais e atacam feito pontas, seria justamente a posição de Gilberto no Botafogo, SE viesse.
.
ou o "moderno" 4-2-2-2 (442 com meio em quadrado) brasileiro, com um meia centralizado, ou aberto como winger, jogando do lado oposto do atacante aberto, isto é, um "jeitinho" brasileiro acomodando o 4-2-3-1.
.
Lucas, fará o lateral-base, aquele que nunca apoia, fazendo a basculação defensiva afim de propiciar o apoio do lateral oposto (Lucas).
.
Isso é muito comum no futebol europeu, um lateral apoia e o zagueiro ocupa seu espaço para evitar o contra-golpe, o outro zagueiro centraliza, e o lateral que fica joga de 3º zagueiro.
.
No Brasil não somos muito acostumados com a situação porque aqui - por culpa do problemático 442 em quadrado com 2 volantes e 2 meias - os laterais têm que apoiar ao mesmo tempo, com isso é o primeiro volante que recua para fazer o zagueiro central enquanto os dois zagueiros de origem abrem para cobrir os contra-ataques.
.
Com um meia-extremo aberto por um lado, o primeiro volante permanece no meio-campo pra parar o enganche adversário.
.
Outro ponto POSITIVO na escolha de Caio foi Lucas Zen, pra mim o jogador mais promissor da base e se tiver chances pode um dia sonhar alto na seleção jogando de LÍBERO.
.
muito bom defensivamente, Zen tem passe preciso, sobretudo o longo, tanto que testa para ser um dos cobradores de falta o Botafogo, assim, partindo de trás, pode fazer aquilo que Arévalo não faz bem, que é dar a saída de bola. Como será o lateral esquerdo, provando sua extrema polivalência (2º volante, 1º volante, zagueiro e agora lateral), espero com o tempo fazendo inversões de jogo, de longa distância em busca de Lucas aberto do lado oposto, isso só deve sair com o tempo e MUITO treino, não pela qualidade dos jogadores, mas pelo entrosamento entre eles, contudo espero já ver as primeiras tentativas destas jogadas já no domingo.
.
Outrossim, tivemos recentemente uma tentativa bastante promissora deste esquema de falso 4-2-2-2 no Botafogo, na fuga do rebaixamento em 2009, com Diego fazendo o falso lateral na esquerda, Renato fazendo o 3º atacante pela esquerda - sendo meia - e Jobson aberto na direita. MESMÍSSIMO desenho.
.
----------------------
Há, na verdade, três possibilidades táticas, num falso 4-2-2-2:
football formations

E esta aqui, no 4-2-3-1:
football formations


com a alternativa ainda de Caio jogar aberto na direita, como o Winger que é, e Maicosuel jogar de falso 9:
football formations