quinta-feira, 4 de junho de 2015

VOLÚVEL

é tão volúvel o meu amor
         por ti
quanto o vento que passa:
ele sopra teu cabelo
               teu cangote
  acaricia tua pele
               teu perfume
               teu batom
faz as folhas das árvores cantarem
       para ti
       para ti
                                               dançarem
faz
       as ondas das marés