segunda-feira, 12 de setembro de 2011

CRÔNICA ÀS VÉSPERAS DOS MEUS ANOS

Hoje.

21:45.

Última aula da noite e do dia.

Olho pela janela enquanto espero os alunos terminarem os exercícios que passei. João Pessoa brilhante, iluminada por mil fogos.

Um desejo súbito me ataca: Não queria voltar pra casa! Pegar o carro e sair por aí, a noite iluminada chamava um bicho em mim. Voltar aos meus 16 quanto a noite só começava às 23:50!!

Fim de trabalho, pego meu automóvel, volto pra casa, verifico calibre dos pneus, água, dou uma limpada no carro, e me tranco em casa.

Envelhecer é uma tortura.