segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

PRECIPÍCIO DE ESPERANÇAS

Se minhalma anda triste
O corpo de todo homem é um precipício
Afundo em mim
                  Me afogo-me
Sou o mais-eu diluído

O que são os homens além de fugidias esperanças?
          As suas memórias são ficções enevoentas.

O que são além de sonhos?
Enterram os meus sonhos
         Que mãos enterram-nos
Nenhuminha?

Se minhalma anda triste
É porque está sem sonhos
Fantasma escorregadio das sombras
Se minhalma anda triste
É porque até as suas memórias
Foram afogadas em solidões.

09/2008