quarta-feira, 21 de julho de 2010

NOTAS DE FUTEBOL: FELIPÃO 2002x2010

Estava vendo o esquema de FELIPÃO, afinal o time alviverde que ele dirige jogará amanhã com o GLORIOSO, ao que me ocorreu algo que me chamou atenção: como um xerifão/paizão conhecido como retranqueiro na década de 90, é campeão do mundo, em 2002, com a seleção símbolo de futebol arte, o BRASIL, num esquema, virtualmente, retranqueiro (3-6-1); e, já no ano seguinte, treinando PORTUGAL, montava o seu time no 4-3-3 (na verdade no 4-(2-3)-1), e sendo vice-europeu (só não foi campeão por falta de sorte, MESMO!!), em 2004. Indo pro CHELSEA manteve o seu 4-3-3 e chega no time ítalo-paulistano no mesma esquema.

- não entendeu esses números todos? então leia: http://thiagojpdark.blogspot.com/2010/07/esquemas-taticos.html-

Qual foi a grande mudança de mentalidade de Felipão entre 2003 e 2004? Lembrando de cabeça o time: MARCOS; LÚCIO, EDMILSON, ROQUE JÚNIOR; CAFU, GILBERTO SILVA, KELBERSON, ROBERTO CARLOS; RONALDO GAÚCHO, RIVALDO; RONALDO. Ora, o líbero Edmilson joga tanto de volante quanto de zagueiro. Ronaldo Gaúcho jogava de meia no Brasil e na França, mas foi só chegar na Espanha que tornou-se ponta-esquerda (o melhor ponta-esquerdo do mundo até 2006, e o melhor jogador do biênio 2004-5, com TODOS OS MÉRITOS). Desta forma a seleção brasileira seria quase um 4-3-3. Na fase de grupos, jogando o JUNINHO PAULISTA, o time jogava praticamene no 4-(2-3)-1 que usa hoje, assim como a seleção alemã e holandesa na copa-2010. Na fase do mata-mata, o time jogaria no 4-(3-2)-1, como a seleção espanhola campeã do mundo, e no Barcelona desde Rijkaard até Pep Guardiola.

Esta é uma das grandes qualidades de Scolari: visão de futuro no futebol. Os times dos técnicos mais elogiados hoje jogam neste mesmo desenho de Luís Felipe: MANO MENEZES, DORIVAL JÚNIOR. Pra frente, atacando, e com disciplina defensiva.

lembrete: no futebol GANHA QUEM FAZ MAIS GOLS, QUEM NÃO LEVA SÓ EMPATA.